Press "Enter" to skip to content

Escrita é uma questão de hábito

Todo mundo que pensa em se tornar escritor precisa desenvolver o hábito de escrever diariamente. Não importa o estilo, não importa a temática, o importante é tornar o exercício da redação uma constante em sua vida

Cá estou eu penando para escrever o texto da minha qualificação. Tenho focado em leituras pesadas durante 12 horas por dia, fichamentos, anotações. Nada disso torna mais fácil o desenvolvimento desse bem-dito texto.

O que estaria acontecendo? A minha vida sempre foi escrever. Minha profissão está relacionada à escrita. Já fui professor de redação. Mesmo antes de entrar para a faculdade eu já escrevia diariamente. Então, qual o problema? Será que é pelo fato de eu estar sendo julgado? Não. Estamos sempre sendo julgados. Um texto que você publica em jornal, revista, blog ou qualquer rede social, sempre receberá críticas negativas. A depender do tamanho do seu público, essa crítica pode ter maior ou menor força.

Então, qual seria o problema? Refleti muito sobre essa pergunta e cheguei à conclusão de que o motivo é o hábito. Estou acostumado a escrever artigos jornalísticos, ensaios, canções, cartas, poesias, posts para blogs, mas não estou habituado a escrever “pesquisa científica”. O formato tem suas dificuldades, como qualquer outro, mas a maior delas é o fato de não estar habituado.

Por causa disso, invento mil e um motivos para não começar a escrever. Sinto-me incapaz, sofro com a síndrome do impostor, acho que tudo que eu escrevo está ruim, sempre busco maiores informações sobre aquilo que já estou cansado de saber, etc., etc.

É semelhante ao escritor que está gestando seu primeiro livro, ou ao pensador que desenvolve seu primeiro ensaio. Tendo consciência disso, só me resta focar naquilo que eu preciso fazer. Vou sentar minha bunda na cadeira, em frente ao computador, pegar das minhas anotações e começar a elaborar a primeira versão desse conteúdo. A minha sorte é que ainda tenho um bom orientador.

Desejem-me sorte.

José Fagner Alves Santos

Imagem: Vedrana Bosnjak

Be First to Comment

Deixe uma resposta