Enquanto a greve dos caminhoneiros quase parou o país, o Birdwatching (observação de pássaros) em Peruíbe continua a todo o vapor e com uma boa notícia: a aparição de uma nova espécie para a cidade.

Vocês querem saber qual? A espécie contabilizada pela primeira vez  foi o Tico-tico-do-mato (Arremon semitorquatus), que ainda não possui foto, mas acaba de ganhar um registro sonoro, feito por Bruno Lima, na Zona Rural.

Presente na Mata Atlântica, entre o Espírito Santo e o Rio Grande do Sul, o áudio gravado foi depositado nos arquivos do Wikiaves, deixando a cidade com  447 espécies contabilizadas.

Tico-tico-do-mato©  pela primeira vez em Peruíbe. Foto ilustrativa feita em Resende/RJ, de Luiz Ribenboim 

Além da “voz” do Tico-tico,  o Falcão-relógio (Micrastur semitorquatus) foi fotografado pela primeira vez em Peruíbe. Antes, a cidade contava apenas com duas sonoras da ave, feitas em 2010 e 2012, por isso não conta como nova espécie.

Primeiro registro fotográfico para Peruíbe, do Falcão-relógio©, de Bruno Lima, em 2018

Enquanto o Falcão era fotografado, três espécies ganharam os seus primeiros registros sonoros, são elas: o Tuim (Forpus xanthopterygius), o Beija-flor-tesoura (Eupetomena macroura) e o Cuiú-cuiú (Pionopsitta pileata). Como já contavam com fotos, estas espécies também não constam como novos registros. Os registros sonoros foram feitos por Bruno Lima.

Primeiro registro sonoro do Tuim©, foto ilustrativa feita em Peruíbe , por Márcio Ribeiro, em 2009

1º registro sonoro do Beija-flor-tesoura©, foto ilustrativa, feita em Peruíbe, por Márcio Ribeiro, em 2011

1º Registro sonoro do Cuiú-cuiú©, foto ilustrativa, feita em Peruíbe, por Bruno Lima, em 2011

Outras espécies são presenças constantes na zona rural,  com destaque para o Papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis), ameaçado de extinção;

Papagaio-de-cara-roxa©, presença constante na zona rural de Peruíbe, foto de Bruno Lima, em 2011

Araponga (Procnias nudicollis), ameaçado de extinção;

Araponga jovem©, presente na frutificação do palmito Juçara, foto de Márcio Ribeiro, em 2012

Sabiá-una (Turdus flavipes),

Sabiá-una©, presente nas matas de baixada nos meses frio, foto de Bruno Lima, em 2018

Pica-pau-bufador (Piculus flavigula); 

Pica-pau-bufador© residente na zona rural de Peruíbe, foto de Bruno Lima, em 2012

Caburé (Glaucidium brasilianum);

Na zona rural, o Caburé© é visto ao anoitecer, sempre no mesmo local, foto de Karina Ávila, em 2018

Pavó (Pyroderus scutatus);

Pavó© também presente nos frutos do Palmito, foto de Bruno Lima, em 2018

e até o raríssimo Sabiá-Pimenta (Carpornis melanocephala),  que é difícil de ser vista e também está ameaçado de extinção por conta dos desmatamentos.

Sabiá-pimenta©, novamente fotografado na zona rural de Peruíbe, foto de Marco Silva, em 2014

A zona rural de Peruíbe é vasta e riquíssima em sua fauna e flora. Por enquanto, existe uma única lista de pássaros, mas um novo levantamento está em andamento e deve ficar pronta em breve.

Segue a lista existente, publicada no site a A Última Arca de Noé, em 2011 e no “Aves de Peruíbe e a destruição do seu habitat”, pela Universidade Católica de Santos – UniSantos 2012:

Lista da zona rural de Peruíbe, clique aqui

Passeios, agendamentos ou qualquer outra informação podem sem obtidos pelo telefone:

(13) 99205 3014

Texto e Reportagem: Márcio Ribeiro

Fotos Ilustrativas: Márcio Ribeiro, Bruno Lima, Karina Ávila, Marco Silva e  Luiz Ribenboim

Agradecimentos: Marco Silva, Luiz Ribenboim

Fonte: Wikiaves

Contato: ogaroca@bol.com.br

Todos os direitos reservados. 

As fotos possuem direitos autorais: Lei de Direito Autoral (nº 9610/98). É proibida a cópia e a reprodução sem autorização expressa do autor.