Por: Redação de O Berro

No Brasil, o Magazine Luiza é referência no que diz respeito a evolução do varejo na era digital. O valor de mercado do grupo vem crescendo exponencialmente. Em setembro, conforme foi dito em outra reportagem, o Berro teve a oportunidade de entrevistar a dona Luiza Trajano e conhecer o espaço LuizaLabs. Durante a conversa, a empresária relatou que o Magazine estava avaliado em 52 bilhões de reais, em dezembro a empresa já está valendo 72 bilhões.

Diferentes reportagens citam o grupo como o modelo de sucesso do varejo brasileiro e especialistas que o um dos principais responsáveis por isso tem nome e sobrenome: LuizaLabs, o laboratório responsável por toda a inclusão digital do grupo.

O Berro conheceu pessoalmente o espaço. A experiência teve início no escritório central do Magazine. Foi disponibilizada uma van que levou nossa equipe até o Labs. Partimos, tendo como companhia o grupo de mulheres do comitê Mundo Digital, do grupo Mulheres do Brasil.

*****************

É importante contarmos que é a visita ao espaço é bastante disputada. Quando a realizamos, por exemplo, elas estavam proibidas, por conta do volume de trabalho e projeto que o Labs precisava entregar nos meses seguintes. Dona Luiza Trajano abriu uma exceção e permitiu que vivêssemos a experiência.

*****************

Foi preciso enviar com antecedência os dados do grupo: nome e RG. Ao chegarmos, nossos nomes constavam em uma lista de pessoas autorizadas. Fizemos nossos cadastros e subimos para nos encontrar com a simpática Mariana Silva, responsável pelo tour que faríamos. Como ali é o escritório de inteligência da empresa, fomos orientados que não poderíamos fotografar todos os espaços.

Mariana nos contou que o Labs nasceu em uma sala que estava vazia no escritório central e que a equipe foi se mudando conforme crescia, ocupando diferentes espaços da central. Até que ficou tão grande que precisou de um prédio todo só para si. Hoje,as salas deste prédio são nomeadas em homeagem a esta parte da história.

O LuizaLabs foi criado em 2011, inicialmente contava com 5 pessoas. Foram elas que conseguiram reduzir para menos do que a metade do tempo o prazo de entrega de um projeto no Magazine Luiza. A rapidez no desenvolvimento de um produto somado ao apoio de alguns diretores foi o impulso necessário para o LuizaLabs crescer.

No espaço encontramos uma profusão de cores, grafites e pessoas muito focadas em seus trabalhos. Um ambiente muito parecido com o que vimos no espaço Hacker do Facebook, quando o visitamos. A semelhança com as startups não é somente do ambiente descontraído, mas a forma como os projetos são executados. Vimos paredes cobertas de post its, espaços de descompressão com a disponibilização de redes, almofadas, sofá, cafés, etc. Cada célula de trabalho é chamada de tribo e cada uma delas tem uma função diferente dentro do espaço. Também aprendemos sobre o funcionamento do aplicativo do Magazine e o sistema inteligente que funciona por trás dele.

A Mariana nos guiou com muita leveza e simpatia e nos explicou como acontece a seleção dos profissionais que ali trabalham. Tudo que foi dito foi muito bacana, mas confessamos que nesta parte o interesse cresceu ainda mais. Não é difícil sair do espaço com o desejo de fazer parte daquela equipe.

 

There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.