Press "Enter" to skip to content

Notícia do Coronavírus em Peruíbe é falsa, diz a prefeitura. Casos de dengue preocupam

A Secretaria Municipal de Saúde de Peruíbe publicou uma nota ontem, nas redes sociais, informando que não é verdadeiro o áudio que circula nos grupos de whatsapp onde diz que há um caso suspeito do coronavírus em Peruíbe.

Leia a nota

“A Secretaria Municipal de Saúde informa que não é verdadeira a informação do áudio que vem circulando em grupos de WhatsApp informando que há caso suspeito de coronavírus em Peruíbe.

Destacamos ainda que não existem casos positivos nem mesmo nas demais cidades da Baixada Santista até o momento pois os casos suspeitos em Praia Grande e Santos já foram descartados.

Quanto ao uso de máscaras, a OMS não recomenda uso indiscriminado, apenas em casos de pacientes sintomáticos com histórico de viagem nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas para áreas transmissão local (China e demais países com casos confirmados). Nossa UPA está orientada e cumprindo protocolo do Ministério da Saúde.”

EM SANTOS

A Secretaria de Saúde de Santos, no litoral de São Paulo, divulgou que monitora quatro notificações de casos suspeitos do novo coronavírus na cidade. As informações foram confirmadas pelo G1 na manhã desta quinta-feira (5). Casos só são oficialmente reconhecidos como suspeitos após confirmação do Ministério da Saúde, o que ainda não ocorreu.

NO BRASIL

Subiu para nove o número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus Sars-CoV-2 no Brasil. As informações são de plataforma do Ministério da Saúde criada para monitorar dados sobre a doença. Segundo a pasta, também foram confirmados os dois primeiros registros de transmissão local, ambos em São Paulo.

Entre os casos confirmados até o momento, seis são em São Paulo, um no Rio de Janeiro, um no Espírito Santo e o outro na Bahia, confirmado hoje (sexta-feira, 06). Um outro, registrado no Distrito Federal, deu positivo para o vírus em um exame da rede privada, e agora aguarda contraprova.

“FAKE NEWS”

De acordo com o Ministério da Saúde, 85% das mensagens recebidas e analisadas são falsas. Das 6.500 que chegaram entre os dias 22 de janeiro e 27 de fevereiro, 90% eram relacionadas ao novo vírus; Também é frequente o recebimento de mensagens com teorias da conspiração de que o vírus teria sido criado em laboratório ou disseminado deliberadamente – tudo isso é falso, afirma a pasta.

Para não propagar mentiras pela internet, é importante:

  • Busque a fonte original
  • Faça uma busca na internet: muitos casos já foram desmentidos
  • Cheque a data: a “novidade” pode ser antiga
  • Leia a notícia inteira
  • Cheque o histórico de quem publicou
  • Se a notícia não tem fonte, não repasse

EM PERUÍBE

Na cidade, é importante as pessoas se preocuparem com os casos de dengue que vem aumentando consideravelmente nos últimos dias e com a tendência de aumentar ainda mais, por conta das enchentes que deixaram o ambiente propício para a proliferação do mosquito transmissor.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, Peruíbe notificou 78 em casos em janeiro deste ano.

Texto e Pesquisa: Márcio Ribeiro

Imagem: Pixabay

Contato: [email protected]

Be First to Comment

Deixe uma resposta