Foto Lucas Landau 

 

Evento também terá lançamento de obra sobre a função imagética na compreensão das civilizações
 
Desde os primórdios da humanidade, ela tem um papel essencial para a compreensão e a manutenção da existência humana: a imagem. Em cada período da história, ela cumpre uma função, que nos permite analisar e nos aprofundar em questões socioculturais e antropológicas das grandes civilizações. Essas e outras questões são retratadas com maestria na obra Imagem: Questões Socioculturais e Antropológicas, da Editora Lumen et Virtus, produzida por pesquisadores do Centro de Estudos Imagéticos CONDES-FOTÓS, que será lançada no dia 30/10, a partir das 19h, no Colégio Maria Imaculada, em São Paulo. Neste dia também acontecerá um Simpósio gratuito com a participação de alguns dos autores do livro.
Organizada pelo Prof. Dr. Jack Brandão, diretor do CONDES-FOTÓS e pesquisador imagético há mais de 30 anos, a obra traz uma coletânea de artigos relacionados à influência da imagem de ontem e de hoje em nossa sociedade e como passado e presente estão mais interligados do que se imagina. Trata-se de pesquisas reflexivas sobre a relevância imagética na manutenção do passado, incluindo seus costumes e tradições, para que este possa, de alguma forma, permanecer vivo no presente; mas, acima de tudo, trata-se de uma diretriz sobre o cuidado necessário na interpretação dessas imagens, considerando sempre o contexto em que foram produzidas.
Definida, em sua descrição mais simples, como uma representação visual de pessoas e objetos, o conceito imagético ganha uma profundidade muito maior nesta obra, ao nos remeter para uma série de questões que devem ser consideradas na interpretação de uma imagem, incluindo um elemento fundamental: o olhar humano que, ao decodificar uma figura, por exemplo, forma uma percepção baseada em sua formação sociológica e psicológica, o que justifica as diferentes interpretações existentes.
Assim, o livro é uma verdadeira viagem pelo universo imagético abordando temas como a contribuição da fotografia para o estudo da maior relíquia católica da humanidade: o Sudário de Turim; a relação entre imagem pictórica e fotográfica e sua essência poética-visual; as estratégias de manipulação imagética nas esferas de poder; as táticas fotográficas utilizadas para condicionar o olhar do público; a representação visual da morte pela arte tumular, entre inúmeros outros temas.
Além da participação da Prof. Dr. Jack Brandão e dos membros do CONDES-FOTÓS, o Simpósio contará com a presença da Prof. Dra.  Annateresa Fabris, professora da ECA na USP, e do Prof. Dr. Marcelo Santos, Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC e professor da Faculdade Cásper Líbero, que também participaram do livro.
 
Sobre o organizador do livro: Prof. Dr. Jack Brandão
 
Doutor pela Universidade de São Paulo (USP), pesquisador da arte medieval, renascentista e seiscentista, de modo especial de sua recepção pelo leitor hodierno; desenvolvendo o conceito de iconofotologia, com o qual mantém sua linha de pesquisa. Autor de livros acerca do tema, bem como de artigos referentes ao assunto em revistas acadêmicas do Brasil e do exterior; romancista e poeta. Diretor do Centro de Estudos Imagéticos CONDES-FOTÓS, além de ser editor da revista acadêmica Lumen et Virtus.
SERVIÇO:
Simpósio e lançamento da obra Imagem: Questões Socioculturais e Antropológicas
Onde: Colégio Maria Imaculada: Av. Bernardino de Campos, 79 (próximo ao metrô Paraíso)
Quando: dia 30 de outubro de 2019, a partir das 19h.
Entrada gratuita
Inscrição e informações: [email protected]
There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.