O blogueiro iniciante costuma ser o público alvo dos “gurus” que prometem ensinar o caminho das pedras. Em teoria, depois de fazer o curso X ou comprar o ebook Y, você se tornará o novo sucesso da internet mundial
 Blogar

Sempre que dou de cara com algum neófito esperançoso em ganhar dinheiro com blogs me lembro de Lucien Chardon, personagem do livro “Ilusões perdidas” (aqui), de Honoré de Balzac. Lucien é um jovem provinciano com ambições literárias que, ajudado pela Sr.ª de Bargeton, deixa sua cidade no interior da França (Angoulême) para tentar a vida em Paris.

A Capital francesa era o centro cultural do ocidente naquele período (século XIX). Se alguém quisesse seguir carreira literária aquele seria o lugar certo. A questão é que esse sonho era comum a muitos jovens daquela época. Achavam que bastaria chegar com uma obra pronta na capital para que as portas do sucesso e da riqueza se abrissem.

Quando as coisas não dão certo com a Sr.ª de Bargeton, Lucien se vê sozinho numa cidade grande, sem dinheiro para se manter ou ofício que pudesse servir de apoio à sua estadia. Sua mãe e sua irmã, ainda morando no interior, precisam fazer enormes sacrifícios para ajudá-lo, de forma modesta, com as despesas, enquanto ele tenta vender seu romance – O arqueiro de Carlos IX – para algum editor que se mostre interessado.

Por força do destino, Lucien vai trabalhar com jornalismo e se envolve num jogo de poder e influência muito comum – ainda hoje – no mundo da comunicação. O livro é uma grande lição de vida, não só para os jornalistas, mas para todos que ainda conservam suas ilusões pueris – como anuncia o título da obra.

Criar um blog é fácil, publicar conteúdo também. Muito mais fácil do que lançar um livro no século XIX. Será que dá para ganhar dinheiro com isso? Dá sim. Eu vi um site em que o cara jura que largou o emprego para viver disso. E ele vai me ensinar como fazer, basta que eu compre o curso X ou Y que ele está disponibilizando para venda. Dá até pra dividir no cartão.

Sabe quem vai ganhar dinheiro com isso? O cara que te vendeu o curso, meu pobre Lucien. A lógica é a mesma dos jogadores de futebol. Dá pra ganhar dinheiro jogando futebol? Até dá. Todo mundo que tenta vai conseguir? Tenho cá minhas dúvidas.

Em um ensaio publicado na edição 89 da Revista piauí (aqui), Lorenzo Mammi diz:

“Estamos próximos da época em que todo mundo poderá produzir sua própria música. Mas em que, justamente por isso, todas as músicas serão igualmente irrelevantes.”

Este enunciado pode facilmente ser adaptado às publicações literárias/ jornalísticas: chegamos numa época em que todo mundo pode produzir seu próprio blog, livro, jornal, podcast, vídeo para o youtube, etc, etc. Mas em que, justamente por isso, todo esse material se tornou irrelevante. Se destacar no meio desse caos é uma tarefa hercúlea.

Não digo que seja impossível sobreviver só do blog, só acho que isso seja, cada vez mais, improvável. Em vez de gastar seus parcos recursos com métodos milagrosos, que tal transformar seu blog em um canal de diálogo? Que tal focar na comunicação em si? Se o dinheiro vier, ótimo. Caso contrário, você não ficará decepcionado.

O que acha?

José Fagner Alves Santos

Este artigo faz parte da campanha #PEDAblogBR.

  • Isabella Felix

    Acredito que boa parte desses blogueiros esqueceram-se que é preciso comunicar para pessoas e não para mecanismos de busca ou para conversão.

    Além de fechar páginas de blogs com escritas ruins, também fecho blogs que esquecem de criar esse canal de diálogo.

    E quando eles unem a escrita ruim com as promessas infundadas, acho desesperador. Mas é vida que segue. Cabe a nós, criação de um debate em que todo possam participar.

    Nem mencionarei a parte dos haters de blogs… hahaha!

    • Fagner

      Pois é. Acho que temos que fazer um esforço para retornar o processo de comunicação e compartilhamento de experiências. Eu também evito esses tipos de blogs. De qualquer modo, se eles ainda existem, é pelo motivo de ainda existir público para isso.

  • Guilherme Amarino

    Olá, estou inserido na Blogosfera há alguns anos, cerca de sete anos pra ser exato. Nesse período criei, administrei e publiquei bastante conteúdo em alguns blogs que participei e outro que tenho até hoje.

    Considero-me blogueiro pela experiência. Nesse tempo de Blogosfera, conheci pessoas bacanas e outras nem tanto. Todo esse trabalho com blogs me fez entender que essencialmente blog é uma ferramenta de comunicação e compartilhamento de informações, quando usado para tal e da maneira correta se torna algo poderoso, mas, o problema está nessa “maneira correta”, muitos gurus tentam ou prometem ensina-la, quase nenhum diz que você deve ter disponível pelo menos uns 3 a 4 anos da sua vida para fazer acontecer com o risco de no final não acontecer, pois não existe formula magica.

    Ganhar dinheiro com blogs rsrsrs até dá pra “ganhar”, mas, se for fazendo ou prestando um serviço profissional de designer, desenvolvimento, publicidade ou outra coisa. “Receber dinheiro trabalhando com blogs” ninguém usa, talvez por que a palavra “receber” converte menos, então a ênfase é na palavra GANHAR!

    São mais de meia década trabalhando com blogs, e nesse período ganhei algumas coisas: a experiência e com ela aprendizados, amigos e com eles contatos. O dinheiro só vem com o trabalho e blogs te dá trabalho.

    VALEU Fagner pelo texto!

    • Fagner

      Vamos focar mais em compartilhar experiências e menos em fórmulas mágicas. Talvez assim a gente consiga produzir algo sólido. Obrigado por comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.