“A Jornada dos Príncipes” inicia atividades educativas com Webinário da Independência

“A Jornada dos Príncipes” inicia atividades educativas com Webinário da Independência

06/26/2022 0 Por Mariana Mascarenhas

O projeto “A Jornada dos Príncipes” de Malcolm Forest, com a gestão e produção da Via Cultural Instituto de Pesquisa e Ação pela Cultura, inicia as atividades educativas coordenadas pelo Instituto em comemoração ao Bicentenário da Independência no dia 27 de junho, segunda-feira, com o Webinário da Independência.

Junto a um programa extenso que acompanha o documentário que está sendo realizado pelo diretor Malcolm Forest, o projeto traz o segmento educativo organizado pelo Instituto que também vem com uma programação para extroversão gratuita.

Trata-se de uma importante parte do projeto, pois abre discussão, apresenta falas e ouve o público, permitindo uma construção conjunta a respeito deste evento ocorrido há 200 anos.

“Eu como gestora cultural classifico essa ação educativa dentro do projeto ‘A Jornada dos Príncipes’ da maior importância social, devido ao seu viés de inclusão à memória, história e falas acadêmicas sobre fatos que influenciaram e influenciam até hoje nosso cotidiano. Um povo que conhece a sua história e pode interpretá-la e entendê-la a partir de uma construção conjunta – a partir um recorte com diversas percepções e leituras, torna-se mais inserido nos seus próprios processos culturais.” Comenta a gestora e coordenadora da ação, Anna Marcondes.

Entre as ações estão: Webinário da Independência (encontro onde diversos convidados vão falar sobre a independência de nosso país), Relatos da História (série documental contendo quatro episódios de entrevistas com pesquisadores, historiadores especialistas no período e professores de história) e Panorama Brasil (entrevistas com o público oriundo de todo país sobre a independência, liberdade e percepções pessoais da atualidade).

Webinário da Independência

Inaugurando o segmento educativo do projeto “A Jornada dos Príncipes”, no dia 27 de junho, segunda-feira, às 20h, acontece o Webinário da Independência.

Trata-se de um encontro mediado pelas representantes da Via Cultural, Ana Paula Lima, Anna Marcondes e Laís Perini, em que Malcolm Forest, diretor e criador do projeto, e os convidados José Teodoro Menk, advogado e historiador, Rubens de Brito, clérigo e Dom Gabriel Orleans e Bragança, advogado, escritor e membro da família real, falarão sobre os 200 anos da independência do Brasil.

O evento será transmitido ao vivo através da plataforma Zoom. Os ingressos são gratuitos e estarão disponíveis na plataforma Sympla mediante retirada antecipada. O Webinário será gravado e ficará disponível nos canais e site do projeto.

Sobre os participantes do Webinário da Independência

José Theodoro Mascarenhas Menck – Bacharel em Direito pela Universidade de Brasília com pós-graduação em Direito Romano pela Universidade de Roma – La Sapienza, mestre em História Social e doutor em História das Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. Consultor Legislativo da Câmara dos Deputados, autor de diversos livros e artigos referentes a História e Direito. É o responsável técnico para os festejos do Bicentenário da Independência da Câmara dos Deputados.

Rubens de Brito, medito e estudioso do Império

Dom Gabriel Orleans e Bragança, membro da família real – Advogado. Experiência de 20 (vinte) anos de atuação em conflitos envolvendo matérias de alta complexidade do Direito Privado, contencioso em geral, contratos e consultoria jurídica, tendo atuado como sócio de outras bancas renomadas da área. Participou de curso de especialização em Direito Empresarial, com concentração em Processo Civil e Direito dos Contratos pela FGV Direito Rio. Mestre em Direito Comercial pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Reconhecido entre os 500 advogados mais admirados pela Análise Advocacia nos anos de 2018, 2019 e 2021 em contencioso cível e bancário. Reconhecido como sócio na área de Solução de Conflitos, arbitragem e Bankruptcy por Chambers Brazil, Leaders League, e Legal 500. Membro do plantel de árbitros da MEDARB, CAMES e CAMESC. Membro da Comissão de Estudos Sobre Instituições Financeiras da OAB/SP. Coordenador da Comissão de Direito Concorrencial da Escola Superior de Advocacia de São Paulo. Membro da Comissão de Direito Falimentar da OAB/SP. Associado ao Instituto dos Advogados de São Paulo – IASP, e membro das Comissões de Direito Bancário, Imobiliário e Vice-Presidente da Comissão de Direito Falimentar do IASP. Membro do TMA – Brasil (Turnaround Management Association). Membro do IBR – Instituto Brasileiro de Estudos de Recuperação Judicial de Empresas. Membro do CBAR – Comitê Brasileiro de Arbitragem. Autor e Coautor de diversos artigos e livros acadêmicos.

Malcolm Forest – compositor, cantor, cineasta, diretor e é produtor do projeto “A Jornada dos Príncipes”. Teve mais de 41 lançamentos em discos como compositor e cantor. Recebeu disco de ouro por expressivo sucesso. Compôs músicas para oito novelas e trilhas de filmes. Pelo conjunto de sua obra recebeu prêmios como o Colar Guilherme de Almeida, a Medalha Anchieta da Câmara Municipal de São Paulo. Como cineasta, produziu o filme “Frei Galvão, o Arquiteto da Luz” para o qual também compôs e produziu a trilha sonora. Agora realiza o filme “A Jornada dos Príncipes”.

Sobre a Jornada dos Príncipes

Desde outubro do ano passado a Via Cultural Instituto de Pesquisa e Ação pela Cultura, coordenada pela gestora Anna Marcondes em parceria com a MDK Produções sob a direção de Malcolm Forest, idealizador da iniciativa, iniciaram a produção do projeto “Jornada dos Príncipes”. O objetivo do projeto é a celebração do bicentenário da Independência dentro do calendário oficial com um projeto abrangente e gratuito. “A Jornada dos Príncipes” encontra-se em fase de execução.

Todas as ações do projeto já fazem parte da programação que marca o Bicentenário da Independência do Brasil e sua programação teve início no mês de junho com o Concerto da Independência em Brasília, evento que reuniu cerca de 1800 pessoas e teve entrada franca.

O projeto contempla um documentário, música e dramatização, concerto inédito, podcasts com entrevistas, educativo, um site, peças criadas para veiculação em redes sociais, assim como participações em eventos do interior paulista e carreatas da Independência com veículos antigos.

A realização deste projeto só é possível graças a emenda parlamentar federal obtida para o Programa Nacional das Comemorações do Bicentenário da Independência, o fomento do Ministério do Turismo, Secretaria do Audiovisual e Secretaria Especial de Cultura.

Para mais informações, clique aqui