No mês de julho, período das férias escolares em que muitos aproveitam para viajar, passear e/ou descansar, a cidade que não para, a capital cultural, São Paulo, oferece uma vasta programação para todos os públicos. Um dos destaques, por exemplo, que vem atraindo visitantes de todas as faixas etárias é a exposição Tarsila Popular, em cartaz no Museu de Arte de São Paulo, MASP, até o dia 28/07.

A mostra reúne 92 obras de Tarsila do Amaral (1886 – 1973), uma das mais importantes artistas brasileiras do século 20 e figura essencial do movimento modernista no Brasil. A exposição imerge o público nas mais diversas facetas brasileiras que são permeadas pelo popular, questão central da mostra. Assim, quem transita pela exposição pode contemplar a riqueza da diversidade cultural brasileira ao observar ambientes interioranos e suburbanos, a vida de negros e indígenas, lendas e mitos do Brasil, sob o olhar singular de Tarsila.

A artista, que “bebeu” do modernismo europeu em Paris para produzir algo singular, reflete tal individualidade em suas obras voltadas para as construções de brasilidades. Dentre os quadros de destaque na mostra estão Operários (1933), o qual, embora retrate o coletivo, apresenta a singularidade de cada um presente na pintura; A Negra (1923), imagem de uma escrava que, para Tarsila, significa uma memória de sua infância vivida na fazenda, onde as negras cuidavam das crianças e, às vezes, as amamentavam.

A Negra (1923)                        Operários (1933)

Outro trabalho presente no MASP é uma das pinturas mais importantes da artista, Abaporu (1928), considerada um clássico do modernismo brasileiro. A obra, cujo nome é de origem tupi-guarani e significa “homem que come gente”, traz a imagem de um homem sobre o solo com a cabeça pequena e os braços e, especialmente, os pés, gigantes.

Abaporu (1928)

Enfim, visitar Tarsila Popular significa submergir-se nas riquezas culturais brasileiras de modo muito particular, graças a genialidade de Tarsila, referência do modernismo. Recomenda-se tempo para visitar e apreciar a exposição.

 

Fotos Mariana Mascarenhas

Serviço:

Tarsila Popular

Onde: Museu de Arte de São Paulo (MASP): Av. Paulista, 1578

Quanto: R$ 40 (inteira). Grátis às terças-feiras

Quando: 10 às 20h (terça, sábado e domingo / bilheteria até 19h30), 10h às 19h (quarta e sexta / bilheteria até 18h30)

Até 28 de julho de 2019

 

There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.