Seção “Felicidade” / Foto Letícia Godoy

Publicado em 9 de maio de 2016

Por Mariana da Cruz Mascarenhas 

Desde fevereiro, o Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, tem atraído um elevado número de visitantes para conferir uma das exposições que foi a mais aguardada de 2016: O Mundo de Tim Burton, cujo sucesso está sendo tamanho que sua permanência no MIS foi prorrogada até o dia 5 de junho.

Nascido em 1958 em Burbank, na Califórnia, Tim Burton é um cineasta norte-americano conhecido mundialmente por seus notórios filmes, que sempre carregam os traços e marcas singulares, típicas do diretor. Quem já conferiu a filmografia do cineasta certamente conseguiu identificar elementos em comum presentes em suas obras, como personagens macabros, uma mescla de terror e humor em suas histórias, embaladas por cenários de cores fortes e ao mesmo tempo reforçadoras deste paradoxo entre o riso e o pavor, além de traços corriqueiros nos personagens – como olhos esbugalhados, olhar misterioso e uma bocarra que parece “engolir” o espectador.

0_Entrada_Créditos Letícia Godoy-MISEntrada / Foto Letícia Godoy

Esta última sensação pode ser vivida literalmente logo na entrada da exposição, onde os visitantes passam pela bocarra da reprodução de uma das criações de Burton, como porta de entrada, sendo assim “engolidos” para o sinistro e ao mesmo tempo encantador mundo do cineasta.

Mas engana-se quem pensa que a mostra se resume a exibir apenas elementos relacionados aos filmes de Burton, pois cerca de 500 itens estão presentes na exposição, explorando toda a genialidade artística do cineasta, desde a primeira infância até a consolidação de sua carreira como diretor. É possível conferir obras de arte, esboços raramente ou nunca vistos, pinturas, storyboards, livros preparados para sua equipe no final das filmagens e até mesmo bonecos e maquetes dos personagens de suas produções cinematográficas.

A mostra está dividida em sete ambientes cujos nomes de alguns já traduzem as diversas facetas do artista em suas criações, como “Horror / Humor”, “Felicidade”, “Angústia / Melancolia”, “Encantamento”. Há ainda as seções “Polaroides” – mostrando as polaroides realizadas entre 1992 e 1999 –, “Projetos Não Realizados” e “Filmografia” – uma verdadeira viagem por todo o trajeto cinematográfico do ator com destaque para longas como Os Fantasmas se divertem (1988), Edward Mãos de Tesoura (1990), Batman: O Retorno (1992), Ed Wood(1994), Marte Ataca! (1996), A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005), Noiva Cadáver (2005), Alice no País das Maravilhas (2010), entre diversos outros.

2_Horror_Créditos Letícia Godoy-MISSeção “Horror” / Foto Letícia Godoy

5_Angústia_Créditos Letícia Godoy-MIS

Seção “Angústia” / Foto Letícia Godoy 

Cada ambiente foi muito bem decorado, de forma a dar a sensação de estarmos dentro do cenário de um filme de Burton. Há ainda momentos de interação com o público, como a presença de um escorregador que transporta os visitantes de um andar para o outro de maneira lúdica.

Organizada pelo MIS e pela curadora independente Jenny He, em colaboração com a Tim Burton Productions, a exposição estreou no Moma, em Nova York, passando pelas cidades como Melbourne, Toronto, Los Angeles, Paris e Seul, e chega agora à América Latina pela primeira vez.

Serviço:
Exposição O Mundo de Tim Burton
MIS: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo – SP
Tel: (11) 2117-4777
Terças as sextas, das 11h às 20h; sábados, das 9h às 21h e domingos e feriados, das 11h às 19h
R$ 40,00 (inteira)
R$ 12,00 (inteira) para compra na bilheteria aos domingos
Grátis as terças – retirada de senha na bilheteria conforme ordem de chegada.
A bilheteria funciona as sextas e domingos e nos demais dias a compra dos ingressos é feita pelo site www.ingressorapido.com.br/timburton
Até 5 de junho de 2016

There are currently no comments.