Show Sonzando na Natureza leva música e brincadeiras para as bibliotecas públicas de SP

Show Sonzando na Natureza leva música e brincadeiras para as bibliotecas públicas de SP

04/05/2022 0 Por Mariana Mascarenhas

Apresentação do coletivo Sonzando – Crédito da imagem: Britto

Entre os dias 8 e 30 de abrilbibliotecas públicas da cidade de São Paulo se transformarão em um verdadeiro espaço lúdico marcado pela mistura de jogos, cantigas e elementos da natureza. Trata-se do show musical Sonzando na Natureza – Passeio Musical pela Primeira Infânciaum espetáculo repleto de brincadeiras de imitação, histórias, jogos rítmicos e corporais, realizado pelo Sonzando, coletivo formado por educadores, músicos e artistas, que têm como objetivo principal compartilhar os fundamentos das brincadeiras, canções e danças da nossa cultura despertando a consciência ambiental e social das crianças.

“Nós iniciamos nossos trabalhos pedindo licença para criar um ambiente de acolhimento aos pequenos, com muita diversão, mas sem deixar de assumirmos o compromisso de educar e compartilhar conhecimento com os participantes”, afirma o músico-educador Luís Vitor Maia, diretor musical do Sonzando.

Com a missão de propor atividades diferenciadas voltadas para a reciclagem e o reuso, ressignificando resíduos do cotidiano, o coletivo propõe a construção de objetos sonoros a partir de conduites, canos, luvas, bexigas, garrafas pets entre outros itens. Materiais que se transformam em verdadeiros instrumentos convencionais e não convencionais, formando uma paisagem sonora inusitada, diferente do cancioneiro popular.

É justamente esse cenário diferenciado que será apresentado no show Sonzando na Natureza. Assim, as crianças que comparecerem às bibliotecas, onde acontecerá o espetáculo, terão a oportunidade de vivenciar uma experiência lúdica e interativa, que utiliza do brincar e da musicalidade para despertar nos pequenos o respeito ao meio ambiente. “A música na infância é importante não apenas para gerar boas lembranças, como contribuir com o desenvolvimento das crianças. A partir dela é possível estimular diversas habilidades da primeira infância, que serão refletidas na vida adulta, como memória, coordenação motora, linguagem e facilidade no aprendizado”, afirma Luís Vitor.

Para Ingrid Senna, cantora e instrumentista do Sonzando, um dos diferenciais do coletivo é propor para as crianças uma rica interação com a diversidade rítmica da música popular tradicional brasileira, além de uma conscientização ambiental a partir de instrumentos reciclados. “Junto com os pequenos, fazemos uma coapresentação em que eles são integrantes diretos das brincadeiras e canções, explorando materiais reinventados. ” Outro diferencial apontado por Ingrid é a acessibilidade, afinal, o grupo conta com a presença de intérprete de libras em suas apresentações, reforçando a importância de acolher a todos.

A existência de coletivos como o Sonzando se revela uma experiência singular para que as crianças desenvolvam sua autonomia e criatividade a partir de um amplo contato com o universo da arte, que ultrapassa os espaços escolares. É o caso da jovem Letícia Oliveira (22), que se tornou educadora social graças às experiências vividas no grupo. “Meu primeiro contato com a arte aconteceu em uma casa de cultura, em São Paulo, onde passei grande parte da minha infância. Essa, aliás, é a realidade de muitas crianças oriundas da periferia, cujos pais recorrem à espaços culturais para deixar seus filhos enquanto trabalham”, conta Letícia.

O contato da jovem com o Sonzando veio em 2018, quando ela foi convidada pelo Luís Vitor a assistir uma aula do grupo. “A partir de então, eu passei a ter uma outra visão sobre a arte. Comecei a participar de novas ações do coletivo e, após me afastar por um tempo do grupo por outras questões, retornei no ano seguinte, atuando em várias atividades, até me redescobrir no universo educacional e artístico, tornando-me a profissional que sou hoje”, conclui.

Os interessados em participar do show Sonzando na Natureza devem comparecer a uma das bibliotecas públicas listadas abaixo no dia e horário marcados. A entrada é gratuita.

Show Sonzando na Natureza – Passeio Musical pela Primeira Infância

8/04, às 10h: Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato:

Rua Gen. Jardim, 485, Vila Buarque, São Paulo (SP)

13/04, às 10h: Biblioteca Padre José de Anchieta

Rua Antônio Maia, 651, Vila Perus, São Paulo – SP

14/04, às 14h: Biblioteca Aureliano Leite

Rua Otto Shubart, 196, Parque São Lucas, São Paulo – SP

19/04, às 14h: Biblioteca Clarice Lispector

Rua Jaricunas, 458, Vila Romana, São Paulo – SP

20/04, às 10h: Biblioteca Pedro Nava

Av. Eng. Caetano Álvares, 5903, Mandaqui, São Paulo – SP

25/04, às 15h: Biblioteca Viriato Corrêa

R. Sena Madureira, 298, Vila Mariana, São Paulo – SP

27/04, às 10h: Biblioteca Raimundo de Menezes

Av. Nordestina, 780, Vila Americana, São Paulo – SP

28/04, às 11h: Biblioteca Álvaro Guerra

Av. Pedroso de Morais, 1919, Pinheiros, São Paulo – SP

29/04, às 15h: Biblioteca Castro Alves

Rua Abrahão Mussa, s/n, Jardim Patente Novo, São Paulo – SP

30/04, às 11h: Biblioteca Sylvia Orthof

Av. Tucuruvi, 808, Tucuruvi, São Paulo – SP

Integrantes do Grupo Sonzando:

Luís Vitor Maia – direção musical e músico

Ingrid Senna – cantora e instrumentista

Wesley Barbosa Rodrigues – músico

Letícia Oliveira dos Santos – brincante

Miguel de Jesus Conceição – brincante

Tati Candeia – brincante

Erivan Teixeira de Moura Júnior (Hello) – brincante

Adriano Wesley da Silva Paiva – intérprete de libras

Raimunda Santos Félix – intérprete de libras

Themístocles Ponciano de Almeida – técnico de som e produção musical

Vanessa Camargo – editais e projetos e identidade visual

Andre Tv Doc – fotografia