Na contra-mão de qualquer pensamento a favor da população, o Governo de São Paulo (PSDB) planeja entregar mais rodovias para a iniciativa privada e ainda estuda a cobrança de pedágio no trecho entre Peruíbe e Itanhaém, o que pode ocasionar mudanças no fluxo de turistas que visitam Peruíbe.

O PSDB venceu para governador e para prefeito na cidade, mostrando que grande parte da população acredita na capacidade dos gestores do partido em gerir os bens públicos construídos com o dinheiro do povo, mas parece que o Governo João Dória não pensa assim. Ele quer repassar a administração que é de sua competência para o setor privado, o que pode gerar ainda mais ônus para a população que tem um dos impostos mais caros do mundo .

Se você não está contente com a situação, a Agência do governo de São Paulo (Artesp), responsável pela gestão das rodovias estaduais, realiza desde segunda-feira (21) uma série de audiências públicas para explicar seu plano de conceder trechos de três rodovias que cruzam ou servem de acesso ao litoral paulista. E você pode participar.

Além da Padre Manuel da Nóbrega, as rodovias Mogi-Bertioga (SP 098) e Pedro Eroles (SP 088) – que liga a Rodovia Presidente Dutra à Rodovia dos Tamoios também estão no pacote.

Segundo a Artesp, o Programa de Concessões Rodoviárias do governo do estado de São Paulo deverá garantir duplicações, marginais, novos acessos, passarelas, e ciclovias, dentre outras intervenções que “trarão significativas melhorias nas condições de segurança e fluidez viária e que o plano será detalhado durante as audiências públicas.”

A expectativa é que sejam investidos cerca de R$ 3,2 bilhões em melhorias ao longo de 30 anos nessas vias. Na Padre Manuel da Nóbrega, está prevista a restauração e a melhoria das marginais para segregar o tráfego rodoviário do local. Já na Rio-Santos, haverá duplicações de alguns trechos e melhorias de sinalizações.

Em entrevista para o site A Tribuna, publicado no dia 14/10, o prefeito de Peruíbe, Luiz Maurício (PSDB), disse que o  projeto apresentado não prevê a instalação de pedágios na cidade: “Sinceramente, creio que o benefício e a vinda do investimento para a região supera qualquer transtorno pela existência de novas praças de pedágios”, falou.

De acordo com o apurado pela reportagem de O Garoçá, o pedágio pode ficar perto do Atacadão, no Cibratel, ou mesmo no trecho de Peruíbe. Um outro pedágio pode ser implantado também em Pedro de Toledo, o que deixaria Peruíbe “isolada” do Vale do Ribeira e também da Baixada Santista.

Nesta quarta-feira, dia 23/10, a audiência pública será em Itanhaém,  às 10 horas, na Câmara Municipal de Itanhaém, à R. João Mariano Ferreira, 229.

Após as audiências públicas, o edital proposto ficará disponível no site da Artesp para consulta pública entre os dias 30 de outubro e 30 de novembro.

Reportagem: Márcio Ribeiro

Foto: Márcio Ribeiro

Contato: [email protected]

Fonte:

https://www.atribuna.com.br/cidades/governo-de-s%C3%A3o-paulo-prepara-cess%C3%A3o-de-rodovias-1.71326

https://noticias.r7.com/sao-paulo/rodovias-de-acesso-ao-litoral-de-sp-podem-ser-concedidas-e-ter-pedagio-21102019

 

 

 

 

 

There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.