Peruíbe é uma cidade com diversos pontos de ônibus sem cobertura e sem assentos, onde o povo padece para ir ao trabalho ou voltar para casa, cansado após um dia inteiro de trabalho.

Muitos usuários do transporte público municipal – que não estão na Avenida Padre Anchieta – têm que esperar em locais no meio do mato, na lama, sob o sol forte, chuva torrencial e muitas vezes em pé, exceto quando improvisam algum assento com algum bloco jogado.

Se não bastasse tudo isso, ainda estão sujeitos a assaltos e enfrentam uma longa espera até a chegada do ônibus, que demora muito mais do que devia.

Para ajudar, a prefeitura aumentou a tarifa do transporte três vezes somente neste mandato e sem dar nenhuma contrapartida em troca: subiu de R$ 2,50 para R$ 2,90, em 2017, de R$ 2,90 para R$ 3,30, em 2018 e de R$ 3,30 para R$ 3,50, em 2019.

Somado a tudo isso,  recentemente, a prefeitura teve que retirar a cobertura e o banco  do ponto de ônibus do Centro, perto do Extra, veja o antes e o depois:

Antes: Ponto de ônibus do Centro : Foto de Google Maps

Depois: Ponto de ônibus do Centro: Foto de Márcio Ribeiro

A prefeitura foi procurada e disse que o local será reparado em breve, veja a resposta:

“Um ônibus da empresa Jundiá derrubou o ponto de ônibus. Para não oferecer riscos aos transeuntes foi devidamente retirado. A Secretaria de Obras já iniciou o trâmite para as providências necessárias ao reparo.”

Grande parte da população de Peruíbe espera que o reparo seja feito logo, pois o local é utilizado o dia inteiro por mamães com crianças no colo, grávidas, idosos e demais usuários do transporte público.

Reportagem: Márcio Ribeiro

Fotos: Google Maps / Márcio Ribeiro

Contato: [email protected]

There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.