Nesta terça-feira (23/07), o público paulistano poderá desfrutar de músicas que marcaram época, no Teatro Porto Seguro, com a apresentação daquela que é considerada uma das cantoras brasileiras de maior sucesso: Joanna. Ela vem a São Paulo com a turnê De Volta ao Começo, que celebra 40 anos de carreira. Ela concedeu uma entrevista falando sobre a turnê e seus 40 anos de trajetória artística.

De Volta ao Começo é um espetáculo que prima pela beleza, mas, ao mesmo tempo, arrojado no seu discurso, tudo feito sempre com uma observação detalhada por mim, com um olhar teatral em cada luz pontuada”, ressalta a artista. Segundo ela, o intuito da turnê é contar uma história musical trilhada por ela mesma ao longo dos anos, homenageando artistas relevantes da MPB que estiveram presentes em sua caminhada, presenteando-a com músicas emblemáticas e definitivas para o crescimento do seu repertório.

 Joanna ressalta que o show está dividido em dois blocos distintos: enquanto o primeiro traz seus sucessos pontuais de quase uma década, o segundo é composto por homenagens a grandes personalidades como Milton Nascimento, Gonzaguinha, Chico Buarque e Guilherme Arantes. “É um show cativante, pulsante e, diria, até, surpreendente”, afirma.

Ao falar sobre seus anos de carreira, a cantora se considera uma pessoa realizada: “Foram anos de muita batalha, mas de muitas vitórias também. Sempre tentei me reinventar em cada trabalho consumado. Essa natureza inquieta é que me moveu”. Ela diz ter concretizado muitos dos seus sonhos, como gravar ao lado dos maiores nomes da MPB, fazer projetos grandiosos, chegando a vender mais de vinte milhões de álbuns. “Tenho uma carreira sólida em vários países, por isso continuo a acreditar que a palavra cantada pode mover mundos e modificar mentes”.  

A artista também diz que ser uma formadora de opinião exige dela cada vez mais responsabilidade naquilo que canta e, ao fazer uma avaliação do cenário musical brasileiro hoje, ela ressaltou aspectos positivos e negativos: “Existem alguns movimentos ambivalentes que se emparelham: a nova geração com algo novo e de qualidade pra dizer e a enxurrada de besteirol que se instalou recentemente, que é uma afronta ao bom senso.” Sem discriminar qualquer segmento musical, Joanna afirma sentir-se incomodada com a exacerbação da sexualidade e erotismo sem nenhum pudor, sem poesia, nem delicadeza, e com a triste figura da mulher nesse contexto, em que ela é usada como mero objeto de declarações bizarras, em determinadas músicas.  

Dentre o seu repertório musical, destacam-se canções católicas que emocionaram e continuam emocionando muita gente, como é o caso de A Padroeira, que chegou a ser tema da novela de mesmo nome, exibida pela Rede Globo entre os anos de 2001 e 2002. Questionada sobre sua espiritualidade, Joanna considera a fé um legado sagrado em sua vida, que a sustenta em todas as suas atitudes diárias. Oriunda de família católica, com extrema devoção ao sagrado, ela diz ter adquirido o hábito de cultivar a oração para se comunicar com o divino: “Meu verdadeiro santuário é aquele que eu construí dentro de mim, numa reverência onde encontro o meu Deus todos os dias. Essa adoração suplanta qualquer templo, pois, ele já se encontra dentro de mim há anos.”

Joanna conta que sentiu um grande chamado ao ser escolhida para cantar A Padroeira e que, a partir de então, muitas coisas sagradas aconteceram em sua vida, reforçando, ainda mais, o quanto essa canção serviu de bálsamo para muitas pessoas.

Após se apresentar em São Paulo, a cantora ressalta que a turnê se estenderá pelo restante do país e suas próximas apresentações estão previstas para acontecer no Rio de Janeiro, no Sul e no Nordeste e promete muitas novidades até o final de 2019: “Eu costumo fazer muitas cantatas de natal pelo Brasil afora. Mas, estou mesmo dedicada ao acabamento do novo álbum, desenhando o meu DVD dos 40 anos e formatando meu primeiro documentário”, afirma a cantora, que diz ter ainda muito fôlego para profundos mergulhos.

Para a artista, voltar a São Paulo é um presente, pois foi nessa cidade que ela deu seus primeiros passos musicais e viu seu sucesso ser consumido por milhares de pessoas numa terra onde, segundo ela, as pessoas se derramam em carinho. “Tenho uma gratidão imensa de ter sido tão bem amada por todos e quero retribuir sempre em forma de canção o melhor do meu amor por vocês!”, conclui.

Serviço

Turnê De Volta ao Começo

Onde: Teatro Porto Seguro: Alameda Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos

Quando: 23 de julho de 2019, às 21h

Quanto: R$ 50 a R$ 120

 

There are currently no comments.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.