Histórico: Jornal anunciava apartamentos no prédio redondo, em setembro de 1973

Histórico: Jornal anunciava apartamentos no prédio redondo, em setembro de 1973

09/05/2021 0 Por Márcio Ribeiro

A Construtora Quadrante anunciava, no dia 09 de setembro de 1973, no Correio Braziliense (Brasília/DF), a venda de apartamentos no prédio redondo, dividido em duas partes:

No Edifício Serra dos Itatins a previsão de entrega era para dezembro daquele ano, enquanto no Edifício Praia do Canto, a promessa era que os apartamentos fossem entregues no ano seguinte, isto é, em setembro de 1974.

Edifício Serra dos Itatins

“PERUÍBE DE FRENTE PARA O MAR E PRONTA ENTREGA”

Na propaganda, eram anunciados apartamentos de 1, 2 e 3 dormitórios, 10.000 m2 de área verde para recreação permanente, jardim suspenso, duas piscinas, garagens e todos os apartamentos de frente para o mar:

“A Construtora Quadrante quando planejou este Edifício pensou em dar a você um lugar com fartura de ar ozonizado, próximo à Lama Negra, e uma magnífica paisagem de montanhas e praias. Tudo para você esquecer os tumultuados dias da semana”

Anúncio em 09/09/73

Era possível adquirir um dos apartamentos pagando o valor de CR$ 419,10 mensais com uma pequena entrada ou ainda com um plano especial oferecido, sem entrada. Havia também, na divulgação, o nome de uma empresa de poço artesiano que oferecia água potável e tratada.

 

Edifício Praia do Canto

“ONDE NINGUÉM MORA NOS FUNDOS”

O edifício Praia do Canto também oferecia os 10.000 m2 de área verde e os jardins suspensos. Saiba o que estava escrito no anúncio e o que o diferenciava do outro:

“Da janela do seu apartamento no Edifício Praia do Canto, você só vê mesmo o mar, o sol e as coisas boas que Deus criou. Você pode escolher apartamentos com 2, 3 ou até 4 dormitórios. Todos com sala, cozinha, banheiro e quarto de empregada, além da área de serviço, garagem e o fino acabamento que só a quadrante é capaz de dar. O Edifício Praia do Canto é construído no lugar de maior valorização do litoral é mais um empreendimento de quem já construiu com sucesso os edifícios Serra dos Itatins e mais algumas dezenas de outros no litoral

-Anúncio em 09/09/73

Com apartamentos mais caros do que o “Serra dos Itatins, o Praia do Canto prometia um jardim suspenso de fazer inveja a Nabucodonosor, veja mais um trecho do anúncio publicado em 1973:

 

“Com apenas CR$ 675,00 mensais e uma pequena entrada facilitada em até 40 meses, você se torna proprietário de um empreendimento cercado com 10.000 m2 de área verde, duas piscinas e jardins suspenso de  fazer inveja a Nabucodonosor. Além de tudo isso, o Edifício Praia do Canto fica próximo a lama negra medicinal, entre praias e montanhas, onde o ar é puro e ozonizado, perto de tudo o que você precisa para viver bem (farmácias, restaurantes e supermercados e todos os melhoramentos de uma grande cidade). Vá ver um apartamento pronto no Edifício Praia do Canto e descubra onde se esconde a felicidade”

-Anúncio em 09/09/73

 

 

 

Nos dias de hoje

Atualmente, a área verde, prometida antes da inauguração e tão necessária nos dias de hoje, está bem escassa. O Jardim suspenso (que faria inveja a Nabucodonosor) não existe mais e nem mesmo as piscinas. Inclusive, faltam árvores ao longo do prédio e muitas delas foram cortadas com o passar dos anos, mesmo aquelas que serviam para os pássaros darem um show no final das tardes.

Ainda assim, o prédio continua como símbolo, cartão postal e talvez a maior referência da cidade. Isto por enquanto, pois outros arranha-céus estão surgindo e podem roubar  a luz solar  do antigo empreendimento e de todos que frequentam e amam Peruíbe.

Prédio redondo nos dias de hoje, imagem google maps

 

Texto e Publicação: Márcio Ribeiro

Pesquisa: Fábio Ribeiro*

*Professor de História da Rede Pública e Mestre em História Social pela FFLCH/USP

Fonte: Correio Braziliense

Contato: [email protected]