Home O Garoçá Notícias Extinção: Associação de Guias de Turismo e Monitores Ambientais não sai do papel

Extinção: Associação de Guias de Turismo e Monitores Ambientais não sai do papel

Extinção: Associação de Guias de Turismo e Monitores Ambientais não sai do papel
0

Os Guias de Turismo e os Monitores Ambientais de Peruíbe não conseguiram percorrer o roteiro que levaria a criação de uma Associação que pudesse representá-los. Antes mesmo de sair do papel ela foi extinta.

Fazia parte do desafio desta trilha criar uma entidade que pudesse fomentar o desenvolvimento econômico através do fortalecimento das atividades ligadas ao Turismo.

Apesar da extinção, alguns trabalhos estavam bem avançados. Toda a documentação estava pronta e reuniões com os associados eram realizadas. A diretoria já havia conversado com o gestor do Parque Itinguçú e também com o Prefeito de Peruíbe, Luis Maurício.

De acordo com Luis Martinez, Monitor Ambiental que seria o presidente, a falta de participação e interesse dos associados motivou a decisão, veja o comunicado: “Em Assembleia Geral Extraordinária realizada na data de hoje, 18/04/17, com primeira chamada às 14 horas e segunda chamada às 14:30, ficou decidido, por unanimidade, pelo encerramento das atividades da entidade, bem como o cancelamento do registro da mesma. A falta de participação e interesse dos guias e monitores motivou a decisão”, falou.

Vale lembrar que o primeiro presidente eleito foi Eduardo Ribas, mas ele se afastou para ser o Secretário de Turismo da cidade. Ribas também se manifestou:  Lamentável. Uma pena! Ainda ontem o prefeito me consultou sobre a utilização do pessoal para atuar no receptivo, o que se torna impraticável não havendo associação legalizada e formalizada”.

O Monitor Ambiental, Dico Biguá, disse: “Falta organização e ética profissional no que diz respeito ao turismo em Peruíbe. Ninguém respeita o segmento do outro, por isso virou bagunça”.

Henry Ferraz, Monitor Ambiental, deixou a sua opinião: “O problema da associação foi a falta de engajamento, comprometimento e aqueles que jogam contra, mas somos todos culpados. Vejo exemplos de outras associações com pessoas mais simples dando certo, mas quando tem pessoas que se acham aculturadas todos acham que tem razão, aí só por Deus”. disse.

Alguns Guias de Turismo e outros Monitores Ambientais também foram procurados, mas não quiseram falar com a reportagem.

Pauta, Texto e Reportagem: Márcio Ribeiro

Foto: Marlene de Paula Demitz

Postagem: O Garoçá

Todos os direitos reservados – Maio de 2017

[email protected]

MTB: 0078407

Márcio Ribeiro Sou Jornalista, Guia de Turismo, Monitor Ambiental, Técnico em Lazer e Recreação e Guia de Birdwatching. Sou um caiçara com orgulho das matas da Juréia. Trabalhei na Rádio Planeta FM, sou um dos fundadores do Jornal Bem-Te-Vi e participei de uma reunião de criação do Jornal do Caraguava. Fiz estágio na Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Peruíbe e no Jornal Expresso Popular, do Grupo "A Tribuna", de Santos, afiliada Globo. Fui Diretor de Imprensa na Associação dos Estudantes de Peruíbe - AEP. Trabalhei também em outras áreas. Atualmente, escrevo para O Garoçá, Editoria Livre e para a Revista Editoria Livre.

Deixe uma resposta