Com figuras que parecem nos observar, mostra A Lágrima chega ao Cine Petra Belas Artes

Com figuras que parecem nos observar, mostra A Lágrima chega ao Cine Petra Belas Artes

03/14/2022 0 Por Mariana Mascarenhas

A partir de 18 de março, quem for ao Cine Petra Belas Artes poderá observar e, ao mesmo tempo, vivenciar a sensação de “ser observado” por figuras únicas que parecem sair dos quadros em razão da sua vivacidade. Trata-se da mostra A Lágrima, que exibirá obras do artista plástico Sérgio Gava, com curadoria da galerista Ceres Macedo. O título da exposição é baseado no mesmo nome da primeira obra produzida pelo artista e dedicada ao seu pai René, que faleceu no começo de 2021.

Caçula de cinco irmãos, Gava conta que a inspiração e o desejo de pintar vieram de René, artista plástico. “O mundo das artes sempre esteve muito presente em minha vida, em razão de meu pai. Eu sempre o acompanhava produzindo arte, incluindo decoração, cenografia, pintura em azulejo, pintura a óleo, escultura etc.”

Formado em artes cênicas, Gava entrou para o universo das artes plásticas quando seu pai interrompeu os trabalhos artísticos. Ao perceber o desânimo de René e pensando em fazer algo para animá-lo, o filho caçula começou a pintar. “Sem qualquer estudo e vivência artística, regra ou pressão, eu me joguei nesse mundo e produzi meu primeiro quadro, intitulado A Lágrima. Nele eu pintei uma figura chorando e, ao mesmo tempo, fazendo careta com a língua de fora, ressaltando o lado bom da vida, por mais dolorosa que ela seja, às vezes”, explica o ator e artista plástico.

Obra A Lágrima I Sérgio Gava

Ao mostrar a pintura para seu pai, Gava afirma que ele fez apenas alguns comentários técnicos, sem querer interferir na produção da obra. “Ele ainda disse que tinha algo a mais para comentar, mas não o faria para que eu descobrisse sozinho. Confesso que na hora fiquei desapontado, mas depois compreendi que foi a melhor decisão dele. Pois, seu desejo era que eu encontrasse meu próprio caminho no processo da pintura.”

E foi exatamente o que aconteceu com o ator, conforme pintava. Após A Lágrima, ele produziu outro quadro para o seu pai e, durante a produção de um terceiro – em que retratou discos voadores abduzindo pessoas e transformando-as em luz –, René faleceu. A partir de então, o artista não parou mais de pintar e foi descobrindo seu próprio estilo a cada obra produzida, sem qualquer referência, sempre com o intuito de homenagear o pai. Assim, Gava encontrou na arte um meio de mantê-lo vivo eternamente.

Obras Sérgio Gava

“As minhas obras são manifestações daquilo que desejo colocar para fora. Para mim, a pintura é a arte mais expressiva e libertadora. Na maioria dos meus quadros, eu apresento figuras desformadas que parecem estar vivas e nos observar, provocando um questionamento: ‘Quem são essas figuras?’. Esse é meu intuito: apresentar minha visão de mundo por meio da arte. Quero pintar pelo resto da vida”, conclui.

A mostra A Lágrima ficará em cartaz no mezanino do Cine Petra Belas Artes até o dia 2 de abril de 2022.

Serviço:

Mostra A lágrima

Abertura: 18 de março, das 18 às 22 hs

Quando: quinta a terça, das 14h às 21h

Onde: Cine Petra Belas Artes: Rua da Consolação, 2423, Consolação, São Paulo (SP)

Até 2 de abril de 2022