Home O Garoçá Notícias Aeroporto do Litoral Sul vai receber mais de R$ 15 milhões

Aeroporto do Litoral Sul vai receber mais de R$ 15 milhões

Aeroporto do Litoral Sul vai receber mais de R$ 15 milhões
0

Mesmo com alguns grupos políticos da região praticamente ignorando o aeroporto de Itanhaém, tentando enfiar goela abaixo o aeroporto do Guarujá como única opção para a região, e também com o apoio de boa parte da imprensa que luta para rotular os “três primos pobres” (Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe) como periferia da região, para que Santos receba todos os recursos metropolitanos, o Aeroporto de Itanhaém vai receber cerca de 15,78 milhões.

O dinheiro será aplicado pelo consórcio Voa São Paulo que apresentou a melhor proposta e venceu a licitação de cinco aeroportos paulistas, localizados em: Ubatuba, Jundiaí, Campinas, Bragança Paulista, além de Itanhaém.

O consórcio prevê que serão aplicados R$ 93 milhões em melhorias dos aeroportos, ao longo de 30 anos, sendo que,  R$ 15,78 milhões serão aplicados no aeroporto de Itanhaém já nos primeiros quatro.

O consórcio Voa São Paulo é formado pela Terracom Construções Ltda, MPE Engenharia e Serviços S.A, AlC Participações e Administração Eireli, Nova Ubatuba Empreendimentos e Participações LTDA e Estrutural Concessões de Rodovias Ltda.

De acordo com o apurado pela reportagem, o início das operações deve começar ainda neste semestre.

Reportagem: Márcio Ribeiro

Foto: Prefeitura de Itanhaém

[email protected]

MTB: 078407

Márcio Ribeiro Sou Jornalista, Guia de Turismo, Monitor Ambiental, Técnico em Lazer e Recreação e Guia de Birdwatching. Sou um caiçara com orgulho das matas da Juréia. Trabalhei na Rádio Planeta FM, sou um dos fundadores do Jornal Bem-Te-Vi e participei de uma reunião de criação do Jornal do Caraguava. Fiz estágio na Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Peruíbe e no Jornal Expresso Popular, do Grupo "A Tribuna", de Santos, afiliada Globo. Fui Diretor de Imprensa na Associação dos Estudantes de Peruíbe - AEP. Trabalhei também em outras áreas. Atualmente, escrevo para O Garoçá, Editoria Livre e para a Revista Editoria Livre.

Deixe uma resposta