Home Mariana Mascarenhas Exposições Últimos dias para conferir as obras de Aleijadinho no MASP

Últimos dias para conferir as obras de Aleijadinho no MASP

Últimos dias para conferir as obras de Aleijadinho no MASP
0

Imagem Nossa Senhora das Dores / Foto: Mariana Mascarenhas 

Para quem não for viajar neste feriado de Corpus Christi e aproveitar para passear em São Paulo, uma dica cultural é a exposição Imagens do Aleijadinho, de curadoria de Rodrigo Moura, em cartaz até o dia 2 de junho de 2018 no Museu de Arte de São Paulo (MASP).

A mostra exibe 37 esculturas devocionais cuja autoria foi atribuída ao Aleijadinho ou a sua oficina por diferentes especialistas ou pela tradição em diferentes momentos. Trata-se de obras pertencentes a acervos de museus, igrejas e coleções particulares e que recebem o nome de devocionais por serem destinadas à veneração direta do fiel, em contexto público ou privado, diferenciando-a na totalidade das obras do Aleijadinho (1738-1814), da escultura monumental e das imagens inseridas nos conjuntos de talha ornamental.

Essas esculturas foram originalmente executadas para retábulos, oratórios e andores que foram produzidas num importante momento histórico marcado pela rápida urbanização na região de mineração, que acarretou na diversificação das atividades culturais, com presença massiva da população negra e mestiça (80%) em 1776.

Filho do português Manuel Francisco Lisboa, mestre de carpintaria, e de sua escrava Isabel, Antônio Francisco Lisboa, conhecido como Aleijadinho, nasceu na cidade mineira de Vila Rica, hoje Ouro Preto, em Minas Gerais, no ano de 1738. Escultor, entalhador, carpinteiro e arquiteto do Brasil colonial, ele é considerado o maior representante do barroco mineiro. Suas obras também foram influenciadas pela rococó europeia e absorveu referências da visualidade africana e popular. O trabalho de Aleijadinho foi realizado especialmente nas cidades de Ouro Preto, Sabará, São João Del Rei e Congonhas. No auge de sua carreira foi acometido por uma doença – que até hoje não se sabe ao certo qual – que deformou seus pés e mãos.

Cristo da Flagelação / Foto: Mariana Mascarenhas

Logo na entrada da mostra nos deparamos com a escultura Cristo da Flagelação, que traz a flagelação de Jesus pelos soldados romanos. Destacam-se também diversas obras que retratam Sant’Anna, São Francisco de Assis, Nossa Senhora das Dores, Santo Francisco de Paula etc. Além das esculturas, a mostra também exibe um conjunto de obras de outros autores fazendo referência à figura, à obra ou ao contexto do mestre mineiro, tais como mapas de Minas Gerais e Vila Rica no século 18, imagens de viajantes estrangeiros que passaram pela região etc.

       

Da esquerda para a direita: 1a linha: Sant’Ana Mestra, São Francisco de Assis, Nossa Senhora das Dores e São Francisco de Paula. 2a linha: São Bernardo, Nosso Senhor da Paciência, Anjo Tocheiro e Santa Luzia / Fotos Mariana Mascarenhas / Clique nas imagens para ampliá-las 

Serviço:

Exposição Imagens de Aleijadinho

Onde: MASP: Avenida Paulista, 1578, São Paulo – SP

Quando: até sábado (02/06), das 10h às 18h – bilheteria aberta até às 17h30

Quanto: R$ 35 (inteira), R$ 17 (professores, estudantes e idosos), grátis para menores de 10 anos

Até 02/06/18

Mariana Mascarenhas Mestra em Ciências Humanas. Jornalista. Especialista em Metodologia do Ensino na Educação Superior e em Comunicação Empresarial. Blogueira de Cultura e Economia. Assessora de Comunicação. Sou apaixonada por programas culturais – principalmente cinema, teatro e exposição – e adoro analisar filmes, peças e mostras que vejo (já assisti a mais de 150 espetáculos teatrais). Também adoro ler e me informar sobre assuntos ligados à economia nacional e internacional para escrever e debater as informações.

Deixe uma resposta