Press "Enter" to skip to content

Posts published in “Sociedade dos Poetas Mortos”

A prima letra

Inconstante é tua face ante a imensidão de meus pecados. Hora acalenta, hora apunhala. Tão anjo quanto fera. Tua tez, enquanto sangro, em nada altera…

Volátil