Categoria: Adenivaldo Brito

07/27/2017 0

Anistia

Por Adenivaldo Brito

Perdoa-me por ser tão prosaico, Prosear os versos soltos como pó. Perdoa-me por criar este mosaico No qual as partes…

06/25/2017 0

Verde

Por Adenivaldo Brito

Vem e verde que te quero, verde… Verde que te quero verde Verde que te quero rosa Verde que te…

06/25/2017 0

Volátil

Por Adenivaldo Brito

Onde queres revólver, Sou coqueiro… Mas, e se queres coqueiro? E se queres o oco da folia em fevereiro? O…

05/29/2017 0

A gosto

Por

E quando se pede que apague O fogo que não labora em canto Que não vinga, por mais que afague,…