Cadê a Matéria da capa?

O Bom Nº 766 chega festivo, dizendo que o Carnaval de Peruíbe é um sucesso. Tem fotos de pinturas, blocos cheios e um grupo musical se apresentando. Todo mundo feliz.

Réplica: Com tanta foto bonita, bora correr para ler a reportagem do carnaval de Peruíbe?  Só que não, não havia nada no interior da edição que falasse do carnaval e mais, o Jornal dedica as páginas finais para o edital do cemitério Santa Isabel. Quem se empolgou para saber do carnaval acabou triste.

Capa do BOM, de 15 de fevereiro de 2018

Cabidão ou Eficiência governamental? (Agora com mais nomes)

Alguns setores da Prefeitura de Peruíbe possuem status de Secretaria Municipal, mesmo assim mantém diretores municipais nas mesmas áreas, veja:

A Secretaria de Administração está com Fábio Gomes Marques, mas possui três diretores municipais de administração: Kleber Alexis Bonaventura de Abreu, Rodrigo Antunez Martinez e Tarso de Souza Dib.

A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social está com Marcelo Lourenço, mas possui dois diretores de Assistência Social: Karen Cristina Gewehr e Vasni Anunciada da Silva.

A Secretaria de Educação está com Débora Gallo, mas possui dois diretores municipais de Educação: Cleia Cristina Silva e Ana Paula Gimenez.

A Secretaria de Obras está com André de Paula, que também é vice prefeito municipal, mas possui um diretor municipal de Obras: Isnard Vieira da Silva Junior.

A Secretaria de Planejamento está com Elias Abdalla Neto, mas possui dois diretores municipais de Planejamento: José Santana Mendes e Cesar de Oliveira Chaves.

A Secretaria da Saúde está com Antonio Carlos Abude, mas possui três diretores municipais da Saúde: Anselmo Bahia Capanema, Yarmila Rusenka Rubin de Celis e Lenaldo Xavier.

Vale lembrar que Abude (PSDB) foi eleito vereador  com 425 votos, mas optou por não representar os votos de seus leitores para assumir o cargo da Saúde. Seria para a Luciana Castellan, suplente do PSDB com  372 votos, entrar?

A Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes está com Eduardo Monteiro Ribas, mas possui um diretor municipal de Turismo, que é o Edilson Almeida. Um diretor de Cultura, que é a Cynthia Angelika Donley Mesquita Riggo Landim. Um diretor de Esportes, que é o Ricardo de Oliveira Barros.

CEEJA
Projeto de lei nº 3564, de 08 de fevereiro de 2018. O prefeito Luiz Maurício cedeu o uso de parte do Centro de Convenções para o CEEJA (Centro Estadual de Educação dos Jovens e Adultos). O CEEJA oferece cursos de Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano) e Ensino Médio, de presença flexível para o aluno, com atendimento individualizado para orientação de estudo e realização das avaliações parciais e final.

Réplica: Muitas escolas estaduais estão fechando o período noturno. Já fechou o Luiz Abel, o Carmem Miranda, o São João e recentemente o Maya. Temos o período noturno do Francisco Pereira com poucos alunos. É uma forma do Governo Estadual “educar” gastando pouco dinheiro, talvez seja um golpe final para acabar com o EJA das escolas estaduais, o que resultaria em menos emprego para professores e merendeiras. É o jeito PSDB de governar.

Doação de Dinheiro
A Câmara Municipal de Peruíbe aprovou a doação de recurso financeiro a algumas entidades assistenciais de Peruíbe, com nenhum voto contrário. Veja as beneficiárias e o valor doado:

Centro Ecumênico de Publicações e Estudos Frei Tito de Alencar Lima: R$ 360.705,66

Centro Ecumênico de Publicações e Estudos Frei Tito de Alencar Lima: R$ 25.600,00 

Ação Social: R$ 203.200,00

Projeto Relfe: R$ 32.000,00

AEP – Associação dos Estudantes de Peruíbe R$ 1.188.000,00

Réplica: 1.809.505,66, quase dois milhões doados para as entidades assistenciais, mas os uniformes e os kits escolares para os alunos da rede municipal infantil ainda não foram entregues, por exemplo, o que é obrigação da prefeitura fazer. Será que os vereadores estão cientes disso? Não seria melhor arrumar a própria casa, para depois pensar na casa dos outros?

Reajuste do IPTU

Projeto de lei do vereador José Pedro Gomes de Oliveira proíbe o aumento da tarifa do imposto sem audiência pública, nos casos em que o aumento for superior ao índice de inflação do exercício anterior (Nº 3571, de 09 de fevereiro de 2018)

Réplica: Os vereadores deveriam exigir a audiência pública em todos os casos que dizem respeito ao aumento do IPTU e proibir votações às vésperas do ano novo ou ao apagar das luzes, como já foi feito…

Transporte alternativo
Foi criada a comissão especial de estudos para a regulamentação do Transporte Alternativo Municipal, composta pelos vereadores Paulo Carlos de Oliveira Junior, Adilson da Silva Oliveira, Astrogildo de Melo Silva, Eduardo Teles de Aguiar e Rafael Vitor de Souza. (Resolução Nº 05/2018)

Réplica: Que esta regulamentação não venha atrapalhar a população, que se utiliza diariamente dos transportes alternativos. Que o valor da tarifa não aumente ou que ela não venha a se equiparar com o valor cobrado pela Jundiá, o que é um valor altíssimo e não condiz com o serviço prestado e nem com a infra-estrutura dos pontos de ônibus. E que o transporte alternativo atenda também outras linhas.

Diploma Professor em Ação
Fica instituído o diploma professor em ação em reconhecimento aos trabalhos relevantes dos professores com os seus alunos e comunidade. A honraria deverá ser entregue na última semana de setembro e cada vereador deve indicar um homenageado. (Nº 01/2018 – legislativo)

Réplica: homenagear os professores é sempre bom, mas a população espera que a homenagem não se torne um palanque político. Que os vereadores procurem fazer também outras ações que possam melhorar a vida do munícipe, ao invés de homenagens na câmara. Existem outras maneiras de agradecer aos trabalhos dos professores, como melhores condições de trabalho e salas com um número menor de alunos, entre outros. Brigar por kits e os uniformes também deveria ser uma obrigação, já que se trata da educação.

Peruíbe 60 anos
Foi criada a comissão especial de estudos com a finalidade de estudar os meios para exploração e divulgação da cultura, identidade e história da cidade, tanto quanto buscar informações pertinentes a história do município. A comissão será composta por 5 membros e terá o prazo de dois anos para a conclusão dos trabalhos. (Nº 07/2018)

Réplica: É hora de olhar para a cidade e valorizar quem é da terra. Como todo o trabalho verdadeiro cansa, esperamos que não tenha contratação de uma empresa de fora, com gente de fora, para falar da história da cidade. E que o trabalho da comissão seja feito em um ano, pois caso eles se utilizem do prazo de dois, a comissão de Peruíbe 60 anos vai acabar com um ano de atraso, pois os 60 anos será comemorado no ano que vem.

Aluguel de imóvel para o Peruibeprev
Extrato de termo aditivo Nº 02/2018. Contrato Nº 02/2016. Locatário: Instituto de Previdência Municipal de Peruíbe – Peruibeprev – Objeto: Locação de imóvel localizado à Rua Caetano Moratore, 95, Centro, de Peruíbe. Locador: Osvaldo Kabbach Prigenzi..Motivo: Aditar o valor em R$ 8.610,27 (oito mil, seiscentos e dez reais e vinte centavos) até 05 de maio de 2018. Modalidade: Dispensa de licitação.

Réplica: Aditar = adicionar. Estaria o Peruíbeprev adicionando o valor do aluguel em R$ 8.610,27 ? Qual seria o valor real do aluguel?  Por que o termo aditivo vai até maio? Contando que o BOM foi publicado em fevereiro, o valor do aditamento é de R$ 2.870, 00 por mês? É isso produção?

BOM – Gastando dinheiro

Na página 7, existe um convite da Câmara Municipal para a sessão solene onde serão homenageados com o diploma Amigos de Peruíbe, cidadãos que contribuíram para o desenvolvimento do município, mas as letrinhas estão miúdas e não dá pra ler os nomes das pessoas que serão homenageadas. Neste caso, a razão do recado e da impressão da folha, tornou-se inútil.

Na página 10, era para estar um cronograma do processo de eleição para a função gratificada de diretor de escola, mas não dá pra ler nem com uma lupa, pois as letras estão borradas. Na mesma página, existem mais duas colunas com letras minúsculas onde não entendemos nada. Um gasto absurdo de dinheiro público ou uma falta de atenção pelo responsável pelo boletim da cidade.

A partir da página 12, foi publicado o edital do cemitério Santa Isabel, com os nomes dos falecidos que terão seus restos mortais inumados. A letra está borrada, pequena e difícil de ler. Se não bastasse isso, a lista segue nas paginas 13, 14, 15 e 16 e com listas de nomes repetidos, já publicados na página anterior.

Réplica: A prefeitura já imprimiu com o Diário do Litoral e também com A Tribuna de Santos, mas nesta edição não informa quem está fazendo o serviço. A impressão é cara, sabemos disso, e a correta diagramação evita o desperdício de dinheiro público.

Até a próxima

As informações desta publicação estão disponíveis no BOM

Texto: Boletim Oficial de Peruíbe

Réplicas: Márcio Ribeiro

Foto: Pixabay / BOM

Postagem: Márcio Ribeiro / O Garoçá

Todos os direitos reservados

ogaroca@bol.com.br

o objetivo desta publicação é fazer com que as pessoas leiam Inclusive o BOM.