Pontos de ônibus sucateados, sem cobertura, linhas que atrasam, demoras, itinerários não cumpridos e diversos outros problemas: Este é o cenário atual do transporte público de Peruíbe mas, mesmo assim, a Prefeitura resolveu aumentar em R$ 0,40 centavos o valor da tarifa dos ônibus municipais, fato  que vem prejudicando o bolso dos moradores. A tarifa de R$ 2,50 subiu para 2,90.

A diarista, Fátima Assis, não gostou: “Eu pego ônibus todo dia e vou gastar quase R$ 20,00 reais por semana. Isso se eu não fizer baldeação o que vai aumentar ainda mais o meu custo. Vou ter que comprar menos comida. Poxa, será que estes vereadores que estão aí enchendo o bolso não  estão nem aí com o povo”. falou

Outra pessoa que não concordou com o aumento foi o Benedito Farias: “Por que aumentou? O ônibus que eu pego demora pra caramba. Não teve nenhuma benfeitoria. Será que já molharam mão de alguém para aprovar o aumento”? Desabafou.

Patrícia Silva, estudante, também reclamou: “Agora colocaram o wi-fi nos ônibus e eu não quero pagar por esta internet. Se eu quiser, eu coloco no meu celular. O que eu quero é chegar rápido em casa e pagar um preço justo pelo transporte”.

A reportagem de O GAROÇÁ acrescenta que os ônibus ainda não estão indo regularmente para o Barra do Una, mesmo com a promessa e fotos nas redes sociais de alguns vereadores que estiveram no local. Vale acrescentar que alguns bairros da cidade não pega celular, o  que inviabiliza o uso do wi-fi.

A equipe do Luiz Maurício prometeu rever contratos e licitações da prefeitura assim que assumisse o mandato. A do ônibus foi revista, mas a população não esperava que o resultado fosse benéfico para a empresa.

No decreto 4.266/2017, que autoriza a majoração da tarifa do serviço de  transporte coletivo urbano à concessionária Jundiá Transportadora Turística Ltda, não foram colocados os motivos que possam justificar o aumento, que passou a vigorar desde o dia primeiro de março.

Reportagem e fotos: Márcio Ribeiro

MTB: 078407

ogaroca@bol.com.br