Podemos dizer que “nunca na história deste país”, e do mundo, se teve acesso a tanta informação. Atualmente é possível acompanhar em tempo real o andamento de qualquer assunto que nos interesse. Geralmente, a internet consegue ser mais rápida que o televisor, e juntos deixam jornais e revistas a comer poeira.

Vivemos essa tal de “aldeia global”. Tudo o que acontece em algum lugar pode ser do conhecimento de todos. Muitas vezes, a informação pode ser propagada ao contrário, ou distorcida como numa falsa notícia. Vamos chamar de falsa notícia porque chamar de fake news faz parecer que, inventar boatos é coisa nova.

Então, somos sufocados por informações que se contradizem e parecem refletir os interesses mais diversos.

Quais são as verdades sobre Cuba, Coréia do Norte e a Venezuela? Existe miséria? Existe prosperidade, liberdade, tecnologia? Os Estados Unidos manipulam a política e a estabilidade econômica destes e de outros países, principalmente os sul-americanos?

Voltando aqui para o Brasil, Lula é culpado ou inocente? As provas são reais ou forjadas? Bolsonaro fala tanta besteira quanto se difunde por aí ou a mídia o persegue? Todo político é desonesto ou não damos atenção a quem trabalha dignamente na política? O Judiciário é seletivo? “O povo tem vez e voz”?

Num mundo onde sobejam as informações e desinformações o que você quer saber de verdade? Você procura? Ousa ouvir e ler o que não te agrada, ou procura apenas aquilo que confirma tuas crenças?

Talvez a verdade verdadeira, como diriam as crianças, seja até difícil de alcançar, mas se deixarmos nossas paixões e inclinações de lado iremos ver as coisas como elas são, e talvez possamos compreender os fatos. Nos importaremos muito mais com as informações reais em detrimento do que as pessoas dizem sobre elas. Deixando de lado essa síndrome de criança mimada nos permitiremos ficar expostos ao contradito.

Ser contrariado pode não ser agradável, mas é um risco a correr se você quer saber a verdade de verdade.

Contatos com o autor: marcospsicologo@hotmail.com.br