Foto Pixabay

Elas estão por todos os lados sempre atuantes e, mesmo quando fechamos nossos olhos, continuam a permear nossos pensamentos, inclusive e até nossos sonhos: as imagens. Surgidas na humanidade desde que esta se fez presente, elas se traduzem em expressões culturais, históricas, sociológicas, religiosas, entre inúmeros outros aspectos e que, por isso mesmo, transcendem à história dos indivíduos, exercendo forte influência sobre eles.

Assim, a leitura das imagens é fundamental para entendermos o poder de persuasão que elas podem exercer sobre nós. Será mesmo então que uma simples fotografia pode ser interpretada como o registro de uma realidade, reflexo do mundo e do homem? O que seria essa realidade? Reflexo sob o ponto de vista de quem? Essas reflexões são colocadas no livro Imagem: reflexo do mundo e do homem? – Questões acerca da iconologia, iconografia e iconofotologia. 

A obra é fruto do grupo de pesquisa CONDESIM-FÓTOS DGP/CAPES da Universidade de Santo Amaro (UNISA), além de ter a participação especial de grandes outros pesquisadores da área, tendo como organizador o Prof. Dr. Jack Brandão – Mestre e Doutor em Literatura pela Universidade de São Paulo (USP) –, que desenvolveu o conceito de iconofotologia, com o qual mantém sua linha de pesquisa e é o coordenador do grupo.

O lançamento do livro acontecerá no dia 20 de outubro de 2017, a partir das 18h, no auditório principal do campus II da UNISA, e contará com palestras ministradas pelo organizador do livro e convidados que abordarão a questão da imagem em nosso tempo. 

 “Quando hoje nos vemos cercados por uma infinidade de imagens, não nos damos conta de seu poder sobre nós; pelo contrário, acreditamos ser seus senhores e que impomos nossa vontade e nossos desejos sobre elas. Claro que, ao pensarmos assim, agimos de modo infantil, pois não se pode negar o óbvio: somos tão vulneráveis a elas como eram os povos ditos primitivos, antes mesmo do apogeu das grandes civilizações”, diz o Prof. Dr. Jack Brandão. Essa vulnerabilidade ganha ainda mais força ao pensarmos no poder, cada vez mais influenciador, gerado pelas imagens midiáticas hoje, que dificultam o pensamento autônomo e crítico.

“Ao agirmos assim, esquecemo-nos de sua capacidade particular de mediação, a qual controla a percepção que temos do mundo; levando-nos, por exemplo, a enxergar, ou não, este ou aquele objeto; ou a enxergá-lo como querem seus propagadores”, complementa Brandão. Realmente uma obra para refletir sobre qual o papel da imagem sobre nós.

Serviço:

Lançamento do livro Imagem: reflexo do mundo e do homem? – Questões acerca da iconologia, iconografia e iconofotologia, seguido da Conferência “Imagem: étimo e emprego dissuasório”, pelo Prof. Dr. Jack Brandão e convidados.

Data do lançamento: 20/10/17, a partir das 18h.

Local:auditório principal do Campus II da UNISA: Rua Isabel Schmidt, 349, Santo Amaro, próximo à estação Adolfo Pinheiro (linha 5 lilás do metrô).

There are currently no comments.