Há algum tempo um grupo de amigos vem insistindo para que eu comece a escrever ficção. Têm muitas histórias que eu poderia contar, mas, dar nome aos bois, poderia ser algo perigoso. Apresentar como conteúdo ficcional me ajudaria a não ofender ninguém. Obviamente as pessoas envolvidas poderiam se reconhecer se lessem. Duvido que chegassem a tanto se as histórias não fossem vendidas como reais.

De qualquer modo, tenho algumas ressalvas quanto a escrever ficção. Nada contra a ficção em si. Eu até consumo romances literários, mas tento dar preferência àqueles que podem me acrescentar algo. Não faço aqui censura de quem gosta daqueles escritos que seguem um formato pré-estabelecido. Só acho que eu não sou o público alvo desse tipo de conteúdo.

Talvez por isso eu me censure tanto na hora de escrever um romance ficcional. Acho que, se a pessoa vai parar um tempo da sua vida para ler um livro que eu escrevi, a leitura tem que valer a pena. Mas a insistência continua. Alguns amigos de infância gostariam de ver em livro algumas das experiências que tivemos. Um deles tem insistido muito para que eu faça um cadastro no Wattpad. Ele acha que acompanhar os escritores que se expõem sem remuneração na internet pode me incentivar a escrever pequenos contos.

Ontem à noite, após uma ligação telefônica um pouco demorada, fui convencido a criar meu cadastro lá (no Wattpad), finalmente. Dei uma olhada superficial e fiquei empolgado com a plataforma em si. O visual lembra uma livraria virtual, semelhante à Amazon ou Kobo – não comparando mal. Os aplicativos para smartphones e tablets, também me encheram os olhos. No entanto, dei uma olhada – superficial – no conteúdo e fiquei desanimado. Não me refiro somente aos autores iniciantes. Esses usam a plataforma para praticar a escrita e receber críticas, e eu acho isso muito válido. O problema está no texto de alguns profissionais que publicam por lá. Pessoas com livros publicados, que lecionam literatura, mas que apresentam um texto repleto de clichês.

Eu sei que existe um público que gosta desse tipo de coisa, mas, como eu já disse, não sou o público alvo e nem pretendo ser o produtor desse tipo de coisa.

Continuarei fuçando o Wattpad. É provável que eu descubra coisas interessantes por lá. Não é preciso dizer que compartilharei com vocês. Enquanto isso, farei algum esforço para ir publicando contos por aqui.

Vamos aguardar.