A Associação Comercial e Empresarial de Peruíbe, ACEP, se posicionou contrária a votação da emenda à lei orgânica que impede a instalação de industrias poluentes em Peruíbe.

Hoje, 29/11, dia da votação da lei, marcada para às 17 horas, na Câmara Municipal, foi encaminhado um ofício ao vereador Rodrigo, onde a ACEP manifestou a sua discordância, veja um trecho: ” No nosso entendimento, a aprovação desta emenda a lei orgânica afetará negativamente e trará prejuízo irreparável para a economia da nossa cidade, afastando investidores e, consequentemente, a classe empresarial, assim como a geração de emprego e renda”.

No ofício, foi dito também: “Outrossim, a nossa entidade não tem conhecimento de nenhuma proposta ou projeto efetivo, apresentados nem pelo legislativo e nem pelo executivo que tragam sustentabilidade econômica a médio e longo prazo ao município”.

No final, o presidente da ACEP, Eduardo Rodenas, faz o pedido para que o vereador vote contrário à emenda, veja o ofício na íntegra, retirado das redes sociais:

O ofício foi divulgado nas redes sociais e também na página Termoelétrica em Peruíbe NÃO! e gerou diversos comentários negativos à atitude da Associação Comercial, lembrando que a divulgação foi feita em uma página que é contra o empreendimento.

A Assessoria do vereador Rodrigo foi procurada e informou que o ofício não foi endereçado somente à ele, e sim à todos os vereadores.

A votação està prevista para acontecer hoje, a partir das 17 horas, na Câmara Municipal.

Texto: Márcio Ribeiro

Imagem: Termoelétrica em Peruíbe NÃO

[email protected]

 

 

 

There are currently no comments.