O youtube pode ser uma boa plataforma para os jornalistas que gostariam de mostrar suas habilidades mas não encontram espaço em veículos tradicionais.

O Youtube já funciona, há muito tempo, como uma opção viável para jornalistas, e comunicadores de um modo geral, que queiram uma vitrine para suas produções. Já existem pessoas que produzem conteúdo exclusivo para seus respectivos canais, isso não é novidade, mas a maior parte do conteúdo produzido, ao menos aqui no Brasil, é de teor humorístico. Nada contra, mas é importante lembrar que o mesmo veículo está disponível para nós, jornalistas, basta produzir e publicar.

Para exemplificar listo aqui três canais. Apenas um é feito por jornalista, mas todos possuem originalidade, diversidade de conteúdo e podem servir de inspiração.

Está na hora de pararmos de reclamar da falta de espaço nas redações e começarmos a criar alternativas. Bem, sem mais delongas, vamos às sugestões:

MANUAL DO MUNDO 

O Manual do Mundo é um canal do Youtube criado, em 2008, pelo jornalista Iberê Thenório. O programa, com três edições semanais, ensina ciência por meio de experiências simples (às vezes nem tanto) que ilustram conceitos de física, química, matemática ou qualquer outra área do conhecimento humano. Iberê já foi classificado como o Beakman brasileiro. O canal tem a produção executiva de Mariana Fulgaro. Com mais de 500 vídeos publicados o Manual do Mundo passa das 10 milhões visualizações mensais. Em 2012 ganhou o prêmio Youpix de melhor série de vídeos da internet. O Iberê Thenório levou o prêmio de personalidade da internet no mesmo ano.



RODA E AVISA

O Roda e Avisa foi criado pelo comunicador René de Paula Jr., que já trabalhou na produção de programas como o extinto Aqui e Agora do SBT, já passou pelo Yahoo, pela Locaweb e pela Microsoft. René trabalha com internet há 17 anos e, talvez por conta disso, seus vídeos mostrem uma visão cética sobre o oba-oba que se faz à respeito das redes sociais. O programa consiste de um monólogo gravado com o celular, dentro do carro a caminho do trabalho, em que René expõe seu ponto de vista sobre social media, internet marketing e comunicação digital. É dele a frase: “Por que a gente está pensando o Brasil com cabeça de gringos?”.

 

 


Criado pela Thaís Roland em parceria com a produtora Tela Cheia, o Deixa que eu faço é um canal que ensina a fazer pequenos reparos em automóveis. Thaís, que é formada em ciência da computação, abriu mão de seu trabalho em uma grande empresa para ir em busca de sua realização profissional. Se formou em mecânica em 2011. Agora ela escreve num blog sobre automóveis e mantém o canal no Youtube. Ela mostra que é possível, com as ferramentas disponíveis, criar o seu próprio canal de comunicação e seguir carreira com isso.E você, conhece mais algum canal que poderia servir de inspiração? Deixe sua sugestão aí nos comentários.
*As imagens foram usadas para fins de divulgação e pertencem aos seus respectivos autores.

 José Fagner Alves Santos

Este artigo faz parte da campanha #PEDAblogBR.