Do mesmo diretor de “Independence Day” e “O Dia depois de amanhã” (Roland Emmerich), esse novo filme sobre o final dos tempos, destaca-se pelos efeitos especiais proporcionando em alguns momentos um grande espetáculo visual como a cena em que Los Angeles é aterrorizada pelo terremoto e quando Las Vegas sucumbe em chamas.

Porém, o longa que tem duração de quase três horas, parece se estagnar no final, quando o foco deixa de ser os desastres que assolam o mundo passando a ser a demorada luta dos sobreviventes dentro de uma arca que é invadida pelas águas do mar.

O filme se baseia na profecia do calendário maia que, para alguns, indicam que o mundo acabará no dia 21 de dezembro de 2012, se concentrando no cientista que quer alertar o governo americano do perigo decorrente e de um escritor fracassado que deseja voltar a viver harmonicamente com sua mulher.

“2012” estrelou em 13 de novembro deste ano e permanece em cartaz em alguns cinemas de São Paulo.

  • Ornelas

    é, minha amiga.. parabéns pelo texto. Está escrevendo muito bem. Olha a diferença da FMU pra Fapcom! hahahahaha…

    Tenho uma sugestão: o blog precisa de versões em italiano, francês, inglês e espanhol. básico, né?